Jovens empreendedores inovam no mercado de eventos esportivos

Time Global  / Foto: DivulgaçãoTime Global / Foto: Divulgação

São Paulo -  Os irmãos Arthur e Raul Trauczynski, de 30 e 32 anos, respectivamente, atentos às necessidades e crescimento do mercado de corridas, em 2013, criaram a Global Vita Sports, uma empresa de marketing esportivo de pequeno/médio porte, que hoje produz cerca de 15 eventos esportivos ao ano e atende um público superior a 30 mil atletas. Para 2018, o planejamento é alcançar um faturamento superior a R$ 2 milhões. 
 
Sediada em Curitiba, e com uma base comercial em São Paulo, a Global Vita cria, planeja e produz eventos esportivos e de entretenimento; gera conteúdo e relacionamento entre marcas e seus públicos de interesse em uma plataforma 360 graus. Além disso, desenvolve projetos especiais para ativações de marca, que utilizem o esporte como ferramenta de transformação e atendam os objetivos de negócio das empresas; transforma ideias sustentáveis em estratégias de negócio e diferenciais competitivos; desenvolve ações focadas na qualidade de vida e democratização do acesso ao esporte.
 
Corridas em trilhas: o ponto de partida - Em 2013, a aposta de largada dos irmãos Trauczynski foi colocar no mercado um circuito de corridas em trilhas que trouxesse uma experiência completa para o atleta, que contribuísse com o fomento do turismo, desafiasse os participantes em locais de beleza ímpar e conscientizasse sobre a importância da preservação da biodiversidade. “Então nasceu o Circuito Amazing Runs de corridas em unidades de conservação e lugares paradisíacos, um projeto desenvolvido a quatro mãos entre a Global Vita Sports e a Associação Pro Correr. A primeira edição foi uma maratona de aventura no Parque Nacional de São Joaquim, no coração da Serra Catarinense. Desde então, o circuito vem crescendo de maneira orgânica e exponencial. Já foram realizadas etapas em Bonito-MS, Ilha do Mel-PR, Serra da Graciosa-PR, Parque Nacional da Serra da Canastra-MG, Farol de Santa Marta e Garopaba em Santa Catarina”, destaca o diretor de negócios da Global Vita Sports, Arthur Trauczynski.
 
Um dos motivos para o sucesso do Circuito Amazing Runs pode ser creditado a preocupação dos jovens empreendedores com a entrega final do evento, que se confirma por meio da constante busca por melhorar a experiência do atleta, ao mesmo tempo que procura contribuir com o meio ambiente e as comunidades onde os eventos acontecem. Além do caráter empreendedor dos jovens irmãos Trauczynski, a Global Vita Sports conta a experiência do renomado diretor técnico Tadeu Natálio, pioneiro no segmento e que atua como organizador de corridas há mais de 20 anos, no Brasil. Tadeu Natálio é o Diretor técnico da empresa desde o início do projeto. Essa equação entre a juventude empreendedora e a experiência em organização técnica, deu muita credibilidade e qualidade as provas realizadas pela Global Vita, possibilitando um rápido crescimento no mercado nacional.
 
Das trilhas para ruas - Com o sucesso do Circuito Amazing Runs - sempre muito elogiado pelos corredores, por sua preocupação ambiental e qualidade dos eventos - a Global Vita Sports passou a apostar também nas tradicionais corridas de rua, com o intuito de aumentar o share de mercado e ampliar o portfólio de produtos ofertados aos clientes. Dentre elas, destaca-se a edição de 2017 da Maratona de Curitiba. A campanha de lançamento do evento, desenvolvida pela própria Global Vita Sports (que possui uma equipe completa de marketing e comunicação composta por publicitários, jornalistas, designers e social midias) procurou resgatar aspectos históricos e culturais da capital paranaense, e convidar os moradores de Curitiba para interagir de forma positiva com a prova, com a campanha #NossaMaratona. A prova teve recorde de participantes em 22 anos de história, foram mais de 6,5 mil atletas vindos de todos os estados brasileiros e do exterior. Além de um planejamento de comunicação criativo e inteligente para aumentar o engajamento dos corredores e da cidade, a Global Vita Sports trouxe o modelo de Expo para a entrega de kits da Maratona, uma experiência muito valorizada pelos corredores das grandes provas em São Paulo e Rio de Janeiro.
 
A empresa oferece várias formas de oportunidade para geração de negócios com as marcas e empresas: Projetos especiais, patrocínio, marketing experiencial, criação de conteúdo e engajamento com o público alvo. Um exemplo recente de aproveitamento aconteceu na Corrida da Mulher, uma das primeiras provas exclusivamente destinada ao público feminino do país. A Renault do Brasil, com o objetivo de estreitar o relacionamento com as mulheres e criar ações que potencializassem às campanhas de lançamento dos modelos Renault Captur e Tweezy (elétrico), assumiu o patrocínio Naming Rights da prova. “Aproveitamos o momento para criar uma experiência completa de marca, queríamos algo que fosse muito além da aplicação de logo nos materiais promocionais. Os veículos foram integrados a cenografia do evento, utilizamos o Tweezy como carro madrinha, criamos oportunidades de experimentação com ações de Test Drive - Também exploramos algumas iniciativas sociais da empresa, trouxemos para a Expo duas Ong’s beneficiadas pela Renault, a Borda Viva e a Unileu,e  por fim, com foco direto nas mulheres participantes,  foi captado currículo das mulheres participantes, demonstrando o compromisso da empresa em aumentar o volume de mulheres no seu quadro de funcionários.” explica o diretor de negócios da Global Vita Sports, que também cita alguns outros exemplos de oportunidades de negócio desenvolvidos com as marcas New Balance e Unimed.
Como buscar diferencial competitivo em um mercado de grande concorrência
 
Essas ações, além fortalecerem as marcas, permitem que o negócio da Global Vita Sports seja sustentável dentro de um mercado de grande concorrência.  Só em Curitiba, por exemplo, onde concentra-se o maior número de provas organizadas pela Global, acontecem, em média, três corridas de rua por final de semana.  “A nossa estratégia é buscar a diferenciação desenvolvendo produtos de alta qualidade, utilizando como benchmark as maiores provas do Brasil e do mundo. Um outro ponto importante é a inserção da sustentabilidade como estratégia de negócio, queremos que o atleta perceba e acredite no nosso interesse em fazer do mundo um lugar melhor”, destaca Arthur Trauczynski.
 
Segundo o diretor de negócios, o mercado de corridas vem mudando a cada ano, por isso é preciso inovar e buscar a excelência na entrega para o corredor. Em paralelo, é necessário investir na criatividade e no marketing experiencial, para que as empresas percebam de forma efetiva os benefícios de participar dos eventos. “Usamos o planejamento como uma ferramenta de análise preditiva, que nos auxilia a mitigar potenciais erros e antecipar a qualquer que seja a adversidade. Trabalhar com eventos esportivos é muito intenso, você não tem duas chances: ou você acerta ou você acerta! Em alguns casos, nós temos um único dia para colocar em prática todas as ações de um projeto que foi desenvolvido por seis meses. Um erro pode custar muito caro para a empresa, eventualmente por em risco a segurança dos nossos clientes ou terminar definitivamente a relação que construímos com ele”, alerta Arthur para quem deseja empreender no seguimento.
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook