Segunda edição da Corrida Mulher-Maravilha agitou o Centro de SP

Corrida Mulher-Maravilha São Paulo 2018 / Foto: Sérgio Shibuya/MBraga ComunicaçãoCorrida Mulher-Maravilha São Paulo 2018 / Foto: Sérgio Shibuya/MBraga Comunicação

São Paulo - Nem as baixas temperaturas deste domingo (27) tiraram a disposição das milhares “Mulheres-Maravilhas” que participaram da segunda edição da Corrida Mulher-Maravilha, uma prova dedicada exclusivamente ao público feminino e que contou com duas distâncias, 4k e 8k, além de uma caminhada, que percorreu as principais ruas, avenidas e pontos turísticos do “Centro Velho” de São Paulo.
 
Na largada os termômetros da região marcavam 15º, mas a animação sobrou e esquentou o Vale do Anhangabaú. Mulheres de todas as idades puderam levar todo seu charme, força e beleza pelo evento, que já se tornou a maior prova feminina do Brasil. Maria Claudia Pereira Santos (8k) e Alice Yuri Lima Fonseca (4k) foram as vencedoras da segunda edição da Corrida Mulher-Maravilha.
 
Antes e depois da corrida, as participantes puderam desfrutar de diversas atividades promovidas no local. Entre elas, aquecimento, alongamento e aula de zumba. Elas também puderam registrar tudo tirando fotos com personagens, e nos muitos painéis espalhados pelo local. Foram realizados vários sorteios e oferecidos vários serviços para as inscritas.
 
A organização ressaltou a força e grandiosidade do evento. Mais uma vez, milhares de corredoras trouxeram muita cor e alegria para o Centro de São Paulo. Mesmo com as dificuldades em uma semana conturbada para os brasileiros, a organização, patrocinadores e colaboradores uniram-se, compartilharam recursos e não mediram esforços para poder cumrir com a agenda do evento. 
 
Maria Claudia, vencedora da corrida de 8k, estava bastante feliz e contou que gosta muito da prova. “Essa é minha segunda vez nesta disputa. Ano passado fiquei em segundo, e agora vim mais forte, e conquistei a vitória. Considero o evento muito bacana, é maravilhoso mesmo. Só queria que tivesse mais. Seria bom se ocorresse pelo menos duas vezes ao ano. Espero estar presente nas próximas edições e já penso em fazer a prova no Rio de Janeiro”, contou a atleta de 39 anos.
 
Outra corredora que marcou presença pelo segundo ano foi Alice Yuri Lima Fonseca, de 25 anos. A atleta não só esteve presente em 2017, como também venceu a prova na distância de 4k e, neste ano, repetiu o resultado, garantindo mais uma vitória. ”É uma prova bem bacana, organizada, com bom percurso e muito animada. Já é minha segunda vez aqui. Eu tinha vencido ano passado e agora de novo. Na próxima edição quero me desafiar na distância de 8k”, contou Alice.
 
3.0 em grande estilo - A corredora Karina Teles comemorou seus 30 anos em grande estilo, participando da Corrida Mulher Maravilha. Ela ficou feliz que a prova foi marcada justamente para o dia do seu aniversário. “É uma prova muito legal. Ano passado participei, e curti muito. E, agora adorei que coincidiu de ser no dia do meu aniversário. Pude comemorar fazendo o que mais gosto. Pra mim é um desafio, ainda mais por ser portadora de fibromialgia. Ano que vem quero me desafiar ainda mais, fazendo a prova de 8k”, contou Karina.
 
Resultados:
 
Corrida 4k
1) Alice Yuri Lima Fonseca, 12min442s
2) Viviane Aparecida de Souza Ramos, 13min17s
3) Andreia Ribeiro, 13min41s
 
Corrida 8k
1)  Maria Claudia Pereira Santos, 30min23s
2)  Nillzete Ribeiro Martins, 30min28s
3)  Eliete Malta Ikeda, 31min50s
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook