‘Treine com os Campeões’ é mais uma atração no 33º 10 KM Tribuna

Vanderlei Cordeiro de Lima / Foto: CAadu VigiliaVanderlei Cordeiro de Lima / Foto: CAadu Vigilia

São Paulo - A corrida é um dos únicos esportes que permite você dividir o espaço numa prova com o seu ídolo. A elite e os amadores fazem o mesmo percurso e podem treinar juntos. Agora, essa possibilidade estará ainda mais evidenciada no projeto ‘Treine com os Campeões’, que a organização do 33º 10 KM Tribuna FM-Unilus está lançando.
 
Nos três sábados anteriores ao final de semana da prova, o público terá a chance de interagir e treinar ao lado de três grandes ícones brasileiros das corridas com projeção mundial nas areias da Praia de Santos. O ultramaratonista Valmir Nunes, muito conhecido por sempre correr nas praias santistas, e os maratonistas olímpicos Marilson Gomes dos Santos e Vanderlei Cordeiro de Lima, que não só venceram os 10 KM Tribuna FM, como foram recordistas da prova, são os convidados da iniciativa.
 
A ideia é motivar o pessoal para a prova, que será disputada no dia 20 de maio, e também prestigiar e reconhecer os atletas que já levaram o nome do Brasil pelo mundo. Serão três sábados seguidos, sempre às 9 horas com a concentração na Conca Acústica, no Gonzaga, primeiro com bate-papo e depois, às 9h30, um treino de cinco quilômetros, num ritmo bem tranquilo, para que todos possam participar, com início e final no Canal 3 e indo até o Canal 6.
 
“As pessoas poderão pegar dicas com os campeões, tirar fotos, conhecer pessoalmente esses grandes nomes do nosso atletismo”, afirma o diretor-presidente de A Tribuna, Marcos Clemente Santini, idealizador do projeto.
 
“Prata da casa”, o ultramaratonista Valmir Nunes abrirá a programação no sábado, dia 28, às 9 horas. Um dos maiores, senão o maior nome de todos os tempos no mundo nas corridas de longa distância, o atleta santista já venceu as mais duras corridas pelo Mundo e também foi bicampeão mundial dos 100 km, com direito ao recorde da distância, com incríveis 6h18min09s.
 
Entre suas conquistas estão provas emblemáticas como a Pico Subida de Veleta, na Espanha, com 50 km só de subida íngreme, a Badwater, com 217 km no Deserto do Vale da Morte, nos Estados Unidos, com temperaturas chegando aos 50 graus, e a Spartathlon, com 246 km, entre Atenas e Esparta, na Grécia.
 
Mesmo para Valmir, que sempre treina em Santos, para seus desafios internacionais, o ‘Treine com os Campeões’ será especial. “Com certeza é um momento diferente. Geralmente estou na praia treinando para um objetivo. Dessa vez será para incentivar o pessoal e vai ser legal ver todos motivados, felizes’, fala.
 
Já no dia 5 de maio será a vez de Marilson Gomes dos Santos, nada menos que seis vezes campeão dos 10 Km tribuna FM, comandar o treino. O atleta já foi recordista da prova, com 27min59s, e na carreira esteve em três olimpíadas e foi bicampeão da Maratona de Nova Iorque. Depois, no dia 12, já na regressiva para a corrida, será a vez de Vanderlei Cordeiro de Lima, campeão em Santos em 1997, com direito a comemoração com o aviãozinho e o recorde, com 28min01s, isso à época em que o percurso ainda não era tão propício a marcas como o atual.
 
Vanderlei ficou conhecido pelo episódio na maratona dos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, quando liderava a prova, foi agarrado por um “padre” irlandês no percurso e ainda teve forças para voltar, garantir a medalha de bronze e chegar comemorando, também com o aviãozinho, numa das maiores demonstrações de fair play da história do esporte.
 
O fato lhe rendeu, inclusive, a medalha Barão de Coubertin, oferecida pelo Comitê Olímpico Internacional somente a poucos atletas que se destacaram pelo alto grau de esportividade nas disputas. Nos Jogos Rio 2016, Vanderlei foi, novamente, destaque mundial, ao ser o escolhido para acender a pira olímpica, sendo reverenciado por todos.
 
Tanto Marilson como Vanderlei gostaram do convite para voltar a participar dos 10 KM Tribuna FM-Unilus, mesmo que nesta condição diferenciada, no treino pré-prova. “Parabéns para o evento por proporcionar essa ação tão legal, que evidencia a participação popular. Essa prova é especial e está na memória de todos os grandes corredores do Brasil”, destaca Vanderlei. “Essa era uma prova que nunca queria perder e vai ser muito legal voltar e relembrar um pouco da minha história”, fala Marilson.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook