Corrida Insana leva loucura saudável para o Estádio Mané Garrincha

Cerca de 5 mil moradores da Capital Federal e cidades satélites poderão se entregar à diversão em família neste domingo (1), no circuito de 5km recheado de obstáculos infláveis gigantes montado no Mané Garrincha / Foto: Zoom Vip/DivulgaçãoCerca de 5 mil moradores da Capital Federal e cidades satélites poderão se entregar à diversão em família neste domingo (1), no circuito de 5km recheado de obstáculos infláveis gigantes montado no Mané Garrincha / Foto: Zoom Vip/Divulgação

Brasília - Centro da política nacional, Brasília tem atravessado períodos conflituosos, com reflexos diretos no ânimo da população. Porém, por um dia, milhares de moradores da capital do Brasil e cidades satélites poderão deixar de lado as preocupações e se entregar à diversão em família.
 
Neste domingo (1), a Corrida Insana chega ao Distrito Federal com seus dez obstáculos infláveis gigantes. Eles serão espalhados por um circuito de 5km, montado no estádio Mané Garrincha, e as atividades começam às 8h e só terminam às 17h.
 
Brasília é a sétima parada da caravana Corrida Insana. Até agora, mais de 30 mil pessoas, de crianças a idosos, colocaram um sorriso no rosto para brincar nesse verdadeiro parque de diversões esportivo. “A reação dos participantes tem sido incrível nas seis cidades que percorremos até agora. Recebemos muitas famílias e grupos de amigos. Adultos voltam a ser meninos e meninas para pular, subir e escorregar nos obstáculos. É muito legal proporcionar essa experiência”, afirma Fabio Avelar, diretor técnico do evento que faz sua estreia no Brasil em 2017 após o sucesso pelo mundo (ano passado, 13 milhões de pessoas em 18 países participaram da Insane Inflatable 5k, nome em inglês).
 
No final de semana passado, São Paulo recebeu a sexta etapa da Corrida Insana e reuniu cerca de 14 mil pessoas no autódromo de Interlagos, entre participantes, familiares, convidados e curiosos. Após a estreia em Goiás (Goiânia), o circuito passou por Minas Gerais (Belo Horizonte) e Santa Catarina (Blumenau) até chegar ao estado de São Paulo em setembro, primeiro em Ribeirão Preto, depois Sorocaba, até a etapa na Capital Paulista. Logo no primeiro dia de outubro será a vez do Distrito Federal e a expectativa é de reunir cerca de 5 mil pessoas. Depois, o circuito volta para terras paulistas, na cidade de Campinas, dia 8.
 
Inscrições - Ainda dá tempo de garantir participação na etapa de Brasília da Corrida Insana. Os interessados em participar podem fazer inscrição pelo site oficial: www.corridainsana.com.br ou ir direto no link: http://www.corridainsana.com.br/evento/brasilia-df-01-outubro-2017-estadio-mane-garrincha/#inscricoes. O preço é R$ 99,00 mais taxas. Também existe a possibilidade de se inscrever no dia e local do evento, porém, neste caso, os interessados estão sujeitos a disponibilidade de vagas restantes.
 
Retirada dos kits - A retirada dos kits do corredor (composto por medalha, camisa oficial tecido tecno dry, bandana, sacola biodegradável e número de peito) será no Boulevard Shopping (Setor Terminal Norte, Conjunto J – Asa Norte) nesta sexta-feira (29), das 13h às 21h, e no sábado (30), das 10h às 19h.
 
É preciso levar um documento de identificação com foto (carteira de identidade, CNH, carteira de trabalho ou passaporte). Em caso de retirada por terceiros, é necessário uma cópia do documento do comprador. Quem for buscar o kit de uma criança sem CPF, é indispensável levar uma cópia do documento do responsável ou da pessoa cujo CPF foi utilizado na inscrição.
 
Quem não puder ir ao Boulevard Shopping, tem a opção de pegar o kit no Estádio Mané Garrincha no dia da corrida. Porém, nesse caso, é necessário o pagamento de uma taxa de conveniência de R$ 10,00 por kit. Esse serviço pode ser contratado no link www.corridainsana.com.br/kits e estará disponível até as 23h59 de quinta-feira (28). Segundo a organização, após essa data, só é possível retirar no Boulevard Shopping ou no dia do evento mediante taxa de R$ 25,00 por kit.
 
Diversão democrática - A Corrida Insana não tem restrições quanto à participação, nem limite de idade. A única exigência é que a pessoa tenha altura mínima de 1,05 metro de altura. As largadas são em ondas com cerca de 170 pessoas cada vez, o que garante segurança e permite que grupos pratiquem a atividade juntos e sem atropelos. Não há cronometragem, nem obrigatoriedade de ultrapassar todos os obstáculos do percurso. Mesmo assim, todos recebem o kit do atleta ao cruzar a linha de chegada.
 
Vem mais por aí - A Corrida Insana está licenciada para o Brasil, primeiro país latino-americano a receber o evento, para os próximos três anos. E os planos são grandiosos. Para 2018, a meta é dobrar o número de etapas, chegando a 36. “Vamos levar o circuito para as regiões do Norte e Nordeste, que não foram contempladas nesse ano, devido ao curto espaço de tempo dessa primeira temporada, na qual optamos pelas regiões Sul, Sudeste e Centro Oeste”, informa Fábio Avelar, diretor técnico do evento.
 
O diretor revela que tanto os obstáculos como o know how foram importados diretamente dos Estados Unidos. “Promover esse evento exige uma estrutura enorme, pois envolve uma logística de importação dos infláveis, compressores, motores, transferência de tecnologia, treinamento com a equipe americana, licenciamento da marca, publicidade, seguros, equipamentos de estrutura, entre outros”, informa o empresário, que complementa. “Temos um contrato de exclusividade no período de 36 meses. A cada 12 meses, faremos as trocas dos infláveis a fim de oferecer um novo circuito com novos desafios a cada temporada”.
 
Conheça os obstáculos infláveis:
1 - LARGADA INSANA: a prova começa com o desafio de uma subida, seguida por um escorregador gigante.
2 – WAVERUNNER: é plano, mas cheio de lombadas e ondulações.
3 - MATTRESS RUN (Campo Minado): um teste para o equilíbrio e agilidade em um caminho cheio de buracos.
4 - BIG BALLS: Bolas gigantes surgirão à frente dos corredores e será preciso desviar.
5 - CRASH COURSE (Montanha): uma verdadeira montanha russa cheia de altos e baixos.
6 - PURE MISERY (no Sufoco): baseado nos manuais de treinamento militar, é um monstro de 30 metros de comprimento que testará força, agilidade, flexibilidade e resistência.
7 -WRECKING BALLS (Demolição): imagine bolas de demolição de prédios vindo na direção dos corredores. Ainda bem que são infláveis.
8 - JUMP AROUND: pular, saltar e descer resume este desafio.
9 - SLINGSHOT (Estilingue): o desafio é subir até o topo com a ajuda de uma corda e
escorregar.
10 - FINISH LINE: o ‘gran finale’ reúne um pouco de cada um dos obstáculos anteriores. É subir, pular e escorregar até a vitória.
 
Etapa de Sorocaba: 
 
Etapa de Belo Horizonte:

Veja Também: 

 

 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook