Copa América de Downhill reunirá destaques nacionais e internacionais

Brasil, Chile, Argentina, Equador e República Tcheca terão representantes do evento / Foto: Sérgio Shibuya/MBraga ComunicaçãoBrasil, Chile, Argentina, Equador e República Tcheca terão representantes do evento / Foto: Sérgio Shibuya/MBraga Comunicação

São Paulo – A Copa América de Downhill 4X 2018 mostrará, neste fim de semana, o que há de melhor no país na modalidade e alguns destaques internacionais. Eles enfrentarão os desafios da pista de cerca de 600 metros montada no Ski Mountain Park, em São Roque (SP). Além do Brasil, competirão pilotos da Argentina, Chile, Equador e República Checa, com radicalismo e adrenalina desde os treinos, a partir de sexta-feira, com entrada gratuita. O evento terá transmissão da prova final para todo o país no domingo, dia 21 de janeiro, a partir das 9h15, dentro do Esporte Espetacular.
 
Destaques não faltam no evento. Os estrangeiros convidados são o tcheco Tomas Slavick, tetracampeão mundial de 4X entre outros títulos e convidado especial; o equatoriano Mario Jarrin, campeão pan-americano de 4X; o chileno Ian Rojas; e o argentino Cesar Ema Schneider, ambos com diversas participações internacionais. Das nove edições realizadas, os estrangeiros ganharam apenas duas vezes, em 2005 e 2015.
 
Já pelo Brasil, as atrações serão muitas. No masculino, destaques para Lucas de Borba, campeão em 2014 e vice no ano passado; Lucas Bertol, campeão do ranking brasileiro em 2017; Alcides de Souza Cruz Filho, atual campeão brasileiro; Maicon Pradella, campeão pan-americano Junior e  destaque da nova geração do Downhill nacional; Markolf Berchtold,  dinossauro do DH e que segue conquistando títulos, ganhou o 8º título pan-americano; Cleiton Isberner foi prata na mesma categoria; destacaram Nataniel Giacomozzi, ouro na Master 1 no Pan; Volkmar Berchtold, bronze na A1 na mesma disputa, Kaique Milani, campeão do ranking nacional; o local Abraão Godói; e Renato Rezende,  que representou o país em duas olimpíadas no BMX, entre outros.
 
Entre as mulheres, estarão disputando o título de 2018 Júlia Alves, tricampeã em São Roque;  Anabela de Souza, terceiro no ano passado;  Mariana Lopes, campeã estadual do  Rio de Janeiro 2015/2016 e quarta em 2017 em São Roque; Bruna Ulrich, hexacampeã brasileira e bronze no Pan da Colômbia em 2017; Vanessa Driemeier Gonçalves, campeã brasileira de DH Jr, e Kauana Nunes, vice-campeã brasileira de DH Jr.
 
O sistema de disputa prevê que os 24 mais bem colocados na fase de classificação no masculino passarão para as oitavas de final, juntamente com o oito convidados pelo evento. No feminino, as três primeiras da edição anterior estarão classificadas automaticamente para a Prova Principal de domingo, mas deverão participar da tomada de tempo para definição de Cabeças de Chave.
 
Na sexta-feira, dia 19, serão feitos a entrega de kits e placas de identificação e os treinos livres. No sábado, dia 20, serão duas tomadas de tempo, uma pela manhã e outra de tarde, e os 25 melhores passarão para o domingo, juntando-se aos oito convidados. Já o feminino passará cinco atletas para o domingo, ao lado das três melhores de 2016.
 
Veja Também: