Ribeirão Preto corre 11ª etapa da Copa São Paulo em Cajuru

Plantel de base, comandado pelos técnicos Fernando Bassanezi e Thiago Nardin, venceu cinco das dez fases disputadas até agora na competição / Foto: Martinez Comunicação Plantel de base, comandado pelos técnicos Fernando Bassanezi e Thiago Nardin, venceu cinco das dez fases disputadas até agora na competição / Foto: Martinez Comunicação

São Paulo - Campeã de cinco das dez etapas disputadas até agora da Copa São Paulo, a Equipe de Ciclismo de Ribeirão Preto Base (São Francisco Saúde/Powerade/SME) volta à Estrada neste final de semana para a 11ª fase da competição. Desta vez, o elenco comandado pelos técnicos Fernando Bassanezi e Thiago Nardin vai correr na cidade de Cajuru, a partir das 8h de domingo (26).
 
O plantel ribeirão-pretano figura entre os líderes do ranking do torneio e tem chances de conquistar o título geral do tradicional certame, um dos mais antigos do Brasil. Nesta temporada, o time foi campeão geral das terceira, quinta, sexta, oitava e nona etapas da Copa São Paulo, além de ter conquistado medalhas em todas as categorias em todas as fases nas quais esteve presente.
 
Atletas de 15 categorias estarão reunidos e os ciclistas que irão representar a cidade entre os homens são Caio Rossi, Fernando Zucoloto,João Felício, Lucas Silva, Lucca Marques, Matheus Castro e Victor César (Infanto-Juvenil Masculino);João Scaranti, José Luiz Felício, Márcio Machado e Matheus Prado (Juvenil Masculino);João Pedro Rossi, Luiz Bezerra, Luiz Guilherme Cirillo e Renan Izzo (Júnior Masculino).
 
No feminino, Ribeirão Preto será representada por Ana Beatriz Silva e a atual campeã brasileira de Contrarrelógio Cecília Lance, ambas entre as juniores, categoria única para as mulheres na competição.
 
“Cajuru é uma prova que temos todos os anos. Um circuito bem tradicional e temido por muitos devido às subidas íngremes e descidas técnicas. Fizemos bons treinos com a garotada, embora estejam um pouco cansados da temporada e por ser final de ano, eles estão animados e treinados para bons resultados em Cajuru”, avaliou Nardin.
 
“É a prova de Estrada mais esperada do ano pelo grau de dificuldade. Uma altimetria bem pesada. Uma prova extremamente difícil e treinamos especificamente subidas, pois lá há uma grande subida que deve gerar ataques que definam a prova. E também esperamos que os atletas repitam o que já vêm fazendo na temporada: trabalho em equipe. Pondo em prática o que propomos nos treinamentos e apesar do fim da temporada e do acúmulo de horas de treino, consigam dar o máximo para trazer essa etapa da Copa São Paulo pra nós”, adicionou Bassanezi.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook