Atletas de RP participam do Brasil Ride a partir de sábado

Cristian Egídio e Lucas Motta estarão presentes nos sete dias de provas do evento, considerado o maior de mountain bike das Américas / Foto: Martinez ComunicaçãoCristian Egídio e Lucas Motta estarão presentes nos sete dias de provas do evento, considerado o maior de mountain bike das Américas / Foto: Martinez Comunicação

São Paulo - O próximo sábado (14) será um dia especial para Cristian Egídio e Lucas Motta, atletas da Equipe de Ciclismo de Ribeirão Preto (São Francisco Saúde/Klabin/SME). Ambos partem para um grande desafio na temporada 2017: serão os representantes da equipe de ciclismo cidade no Brasil Ride, nada menos do que o maior evento de mountain bike das Américas.
 
“O Brasil Ride é uma prova mista, que envolve a Maratona em estradões de Terra – também conhecido com XCM – e o Cross-Country Olímpico - o XCO -, que são trechos de trilha "single track". Então, o Brasil Ride é um misto de XCO com XCM. A gente vai participar de etapas longas, curtas, de estradões de terra e provas de trilha. Todas com diferentes níveis de dificuldade”, descreve Cristian.
 
O Brasil Ride reúne atletas de todo o planeta. Por uma semana, os atletas só pensam em pedalar, comer e descansar para as etapas seguintes. São sete dias de competição, sete etapas consecutivas, com distâncias que variam de 16 a 132 quilômetros por etapa, totalizando 700km de competição e mais de 13 mil metros de altimetria acumulada.
 
A primeira etapa será em Arraial D’Ajuda, na Bahia. Na segunda, os atletas pedalam para o interior baiano, até um acampamento gigante para mais de 600 pessoas, montado exclusivamente para a prova. Nos arredores do acampamento serão sediadas as terceira, quarta e quinta fases da corrida. Na quinta etapa, todos retornam a Arraial D’Ajuda, onde disputam as etapas seis e sete.
 
“É um evento grandioso. Um dos mais desafiadores do mundo. Será uma honra representar a Equipe de Ribeirão Preto e esperamos fazer bonito”, adiciona Lucas.
 
Bike ‘personalizada’ - Cristian Egidio e Lucas Motta estiveram na Multibike, em Ribeirão Preto, durante essa semana, para fazer uma “bike fit” na Specialized Epic Pro Full – 2018! Ambos vão usá-la nos sete dias de desafio da Brasil Ride 2017. É uma bike completa, pois, por ser modelo FULL, tem duas suspensões: frontal e traseira.
 
“A gente terá pela frente etapas curtas (prólogo) e longas de até 138km, com terrenos acidentados de trilhas e estradas com a nova Specialized EPIC 2018. É modelo novo, lançamento, a melhor que há no mercado. E o ‘bike fit’ é importantíssimo, pois a bike é ajustada às nossas medidas. Como uma roupa, tem que vestir o corpo. Se estiver grande, pequena, ou desregulada, a gente não consegue aplicar a força necessária para o empenho dela”, explicou Cristian.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook