Ribeirão Preto corre etapa da Copa SP de olho em manter liderança

Plantel comandado pelos técnicos Fernando Bassanezi e Thiago Nardin busca mais resultados para permanecer na ponta do ranking da competição estadual / Foto: Martinez Comunicação Plantel comandado pelos técnicos Fernando Bassanezi e Thiago Nardin busca mais resultados para permanecer na ponta do ranking da competição estadual / Foto: Martinez Comunicação

São Paulo - Campeã de quatro das oito etapas disputadas até agora da Copa São Paulo, a Equipe de Ciclismo de Ribeirão Preto Base (São Francisco Saúde/Powerade/SME) volta à Estrada neste final de semana para a nona fase da competição. Desta vez, o elenco comandado pelos técnicos Fernando Bassanezi e Thiago Nardin vai correr na cidade de Bauru, a partir das 8h de domingo (1º).
 
O plantel ribeirão-pretano é o atual líder do ranking do torneio ao lado de Araraquara. O time foi campeão geral das terceira, quinta, sexta e oitava etapas da Copa São Paulo, além de ter conquistado medalhas em todas as categorias em todas as fases disputadas até agora.
 
Atletas de 15 categorias estarão reunidos e os ciclistas que irão representar a cidade entre os homens são João Felício, Lucas Silva, Lucca Marques, Matheus Castro e Victor César (Infanto-Juvenil Masculino); João Scaranti e José Luiz Felício (Juvenil Masculino); Luiz Bezerra, João Pedro Rossi e Renan Izzo (Júnior Masculino).
 
No feminino, Ribeirão Preto será representada por Ana Beatriz Silva, Bruna Zaparoli e a atual campeã brasileira de Contrarrelógio Cecília Lance, todas entre as juniores, categoria única para as mulheres na competição.
 
“Estamos indo com uma equipe forte e vamos brigar pelo máximo de pontos e pódios. Estamos empatados na classificação por equipes com Araraquara, em uma disputa acirrada durante a temporada. O circuito é mais plano e menos técnico. Vamos em busca de uma boa estratégia para cada categoria”, avaliou Nardin.
 
“É um circuito muito tradicional da Copa São Paulo, na avenida das Nações Unidas, em Bauru, mas não tecnicamente muito exigente. Na verdade é uma prova que demanda muito da parte física dos atletas. A equipe mais bem postada e os atletas melhores preparados têm grandes chances de se destacar, até por uma subida longa logo na largada, que seleciona bem os competidores. Estamos firmes, treinamos muito durante a semana com estímulos característico da prova e esperamos fazer um bom papel tanto individualmente quanto no geral”, adicionou Bassanezi.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook