Viviane Favery conclui a abertura da Copa Internacional na oitava colocação

Chloe Woodruff em disputa com Raiza Goulão / Foto: Fabio Piva / DivulgaçãoChloe Woodruff em disputa com Raiza Goulão / Foto: Fabio Piva / Divulgação

Minas Gerais - Na principal competição entre as mulheres, a super elite feminina, quatro ciclistas Shimano estiveram em ação. O principal resultado veio com Viviane Favery, oitava colocada no geral. Campeã da sub-23, Karen Olimpio foi a 11ª na classificação acumulada dos três dias, enquanto Danielle de Moraes completou em 14º e Sabrina Gobbo, em 17º.
 
A etapa teve a vitória de uma ciclista Shimano, representante da equipe norte-americana Stans Pivot Pro Team, Chloe Woodruff (EUA), seguida da brasileira Raiza Goulão e da argentina Agustina Apaza, que completaram o top 3. O pódio da etapa teve ainda outra brasileira, Letícia Cândido, sexta no geral. Para Viviane Favery, o destaque positivo foi ter sido a segunda melhor brasileira do cross country olímpico (XCO), a principal corrida do evento.
 
"O fim de semana foi positivo para mim. Consegui cumprir meu objetivo, que era unir habilidade técnica com força física, algo que no XCO é um desafio a parte. É uma corrida muito cansativa e que exige concentração o tempo todo, porque é fácil cometer erros. Sinto que minha migração da Maratona MTB (XCM) para o cross country olímpico está consolidada. Estou confiante após este fim de semana e vejo que tive uma crescente nos três dias", comentou Vivi Favery.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook