Brasil Ride terá sete campeões da open na disputa pelo título de 2017

Oitava edição da ultramaratona será realizada de 14 a 21 de outubro, pelo segundo ano seguido entre Arraial d'Ajuda, em Porto Seguro, e Guaratinga, no sul da Bahia / Foto: Igor Schifris/Brasil RideOitava edição da ultramaratona será realizada de 14 a 21 de outubro, pelo segundo ano seguido entre Arraial d'Ajuda, em Porto Seguro, e Guaratinga, no sul da Bahia / Foto: Igor Schifris/Brasil Ride

Bahia - Os ciclistas da categoria open da Brasil Ride, que sonham com um título inédito da principal ultramaratona da MTB das Américas, podem ir à Costa do Descobrimento, no Sul da Bahia, com uma certeza: não será nada fácil conquistar a Yellow Jersey - camisa amarela de campeão geral - após o término das sete etapas de 2017.
 
Pode-se afirmar isso levando em conta, principalmente, que sete dos dez vencedores da competição até o momento estarão em ação na prova entre Arraial d'Ajuda, em Porto Seguro, e Guaratinga, de 14 a 21 de outubro.
 
Entre as duplas campeãs da categoria open do evento, apenas a equipe que venceu os dois primeiros anos, em 2010 e 2011, não terá representantes na oitava edição da Brasil Ride, os bicampeões Robert Novotny e Kristian Hynec, ambos da República Tcheca. Daí em diante, sete dos demais ganhadores estarão na prova, com a coincidência de não haver nenhuma repetição das parcerias campeãs neste ano.
 
Vencedores em 2012, Luis Leão Pinto e Tiago Ferreira voltam a competir a ultramaratona pelo segundo ano seguido no sul da Bahia. Enquanto Luis Leão fará dupla com o dinamarquês Soren Nissen, Tiago, que é o atual campeão europeu de Maratona (XCM) e vencedor do Campeonato Mundial de XCM 2016, terá ao seu lado o compatriota José Silva. "Há cerca de uma semana, Periklis Ilias (GRE) ficou doente e não poderá ir comigo. Assim, pela segunda vez seguida, sou obrigado a trocar de parceiro na última hora", revela Tiago.
 
"No entanto, consegui encontrar um bom colega, um atleta com muita experiência neste tipo de provas. Com o José Silva repetirei a dupla da primeira vez que disputei a Brasil Ride, em 2011. E, por conta disso, será um momento especial. Muita coisa mudou desde então, mas tenho a certeza que ambos crescemos muito como atletas. Vamos fazer uma boa equipe e, seguramente, estar na luta por um lugar no top 5", define o português, atual vice-campeão mundial de Maratona.
 
Os campeões de 2013, o fluminense Henrique Avancini e o mineiro Sherman Trezza, também estarão separados. Avancini fará uma dupla de campeões da open e favoritos ao título, ao lado do tcheco Jiri Novak, vencedor em 2014 e 2015. Já Sherman estará com seu parceiro de 2016, quando venceu a categoria american men, Wolfgang Olsen, também do interior do Rio de Janeiro, e conta sua expectativa para a oitava edição do evento.
 
"Esta será minha quinta participação na Brasil Ride, competição que respeito bastante pelos desafios que podem surgir durante os sete dias. Na última edição, a prova foi disputada no Sul da Bahia e não mais na região da Chapada. Por isso, acredito que está exigindo um pouco mais do físico, com quatro etapas pesadas na sequência, da 2 até a 5, com altimetrias elevadas. Com certeza na Chapada também era muito dura, mas com as trilhas locais mais técnicas, o que ajudava os atletas que pilotam bem. Para esse ano, entro sem metas audaciosas. Sei que estará com um nível alto, então pretendo correr de uma forma inteligente, respeitando o limite da minha dupla", destaca Sherman.
 
Quem esteve ao lado de Jiri Novak na última dupla a conquistar um bicampeonato na open (2014/2015) foi o holandês Hans Becking, que também terá um companheiro de alto nível, o dinamarquês Sebastian Fini. "Espero bastante luta e corridas rápidas. Meu companheiro, o Fini, é jovem e disputará pela primeira vez a competição. Assim, considero que nossa dupla não é favorita ao título, mas ao mesmo tempo tem um aspecto positivo que é a explosão. Assim, acho possível brigar pelas vitórias nas etapas mais curtas", almeja Hans. "A maior expectativa no momento é de chegar logo ao calor brasileiro e também de poder ir à praia", brinca o holandês.
 
Por fim, o sétimo campeão em atividade na Brasil Ride e defensor do status de atual dono da Yellow Jersey, é o italiano Fabian Rabensteiner. Para tentar manter o troféu com a equipe Trek Selle San Marco, Fabian terá a companhia de Samuelle Porro (ITA), que competiu toda a ultramaratona em 2016, mas não teve seus tempos somados até o fim devido a uma lesão de seu parceiro naquela ocasião, o também italiano Damiano Ferraro. "Tentamos nos preparar bem, mas será uma corrida difícil no final da temporada. Samuele e eu vamos para dar o nosso melhor e depois, a cada etapa, ver o que acontece", conta Fabian.
 
Maratona dos Descobrimentos - Realizada sempre no sétimo e último dia da Brasil Ride, a Maratona dos Descobrimentos será um evento à parte na principal ultramaratona de MTB das Américas. Na disputa realizada no formato de cross country marathon (XCM), Arraial d'Ajuda transforma-se em um verdadeiro mar de bicicletas. Desde a largada da decisão, às 9h da manhã do sábado, dia 21 de outubro, até o fim da tarde, o entorno do Uiki Parracho estará tomado por ciclistas de todo o País (24 estados) e de diferentes partes do mundo, com 22 nacionalidades.
 
Na Maratona dos Descobrimentos os ciclistas pedalarão entre Arraial d'Ajuda e Trancoso, com 20% do traçado alterado em relação ao ano passado. O ponto alto do dia será pedalar nas falésias da região com o mar azul de fundo, um cenário único em ultramaratonas de mountain bike. Os interessados em participar da prova devem se apressar para garantir suas inscrições online. Para obter uma vaga na Maratona, basta acessar o link https://goo.gl/rUpcw3 e clicar em Inscrição.
 
Programação resumida da Brasil Ride 2017 - 558,2 km - 11.379 m de altimetria acumulada
14/10 - Sábado - Entrega de kit atleta em Arraial d'Ajuda
15/10 - Domingo - Etapa 1: Prólogo em Arraial d'Ajuda - 21 km e 330 m altimetria
16/10 - 2ª feira - Etapa 2: Deslocamento para o acampamento da Vila Brasil Ride (138 km e 2.199 m altimetria)
17/10 - 3ª feira - Etapa 3: Largada e chegada no acampamento (74 km e 2.559 m altimetria)
18/10 - 4ª feira - Etapa 4: Largada e chegada no acampamento (90 km e 2.712 m altimetria)
19/10 - 5ª feira - Etapa 5: Deslocamento do acampamento da Vila Brasil Ride para Arraial d’Ajuda (130 km e 1.974 m altimetria) 
20/10 - 6ª feira - Etapa 6: Percurso XCO em Arraial d’Ajuda (31,8 km e 564 m altimetria)
21/10 - Sábado - Etapa 7: Última etapa e Maratona dos Descobrimentos (73,4 km e 1.041 m de altimetria)
 
Reconhecimento - Seis vezes vencedora do prêmio Guidão de Ouro de melhor competição do mountain bike no País, a Brasil Ride ganha a cada ano reconhecimento e atravessa fronteiras. Na atualidade, os praticantes da modalidade costumam até comparar o evento com as principais corridas do mundo, apelidando a ultramaratona de "Giro de Itália do MTB".
 
Cobertura online - Assim como foi em 2016, a oitava edição da Brasil Ride contará com transmissão ao vivo em sua Fan Page do Facebook: www.facebook.com/BRASILRIDE. Largadas, chegadas e as cerimônias de premiação serão exibidas pela equipe de mídia da principal ultramaratona de mountain bike das Américas.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook