Brasil volta para casa com 22 medalhas do Sul e Pan de canoagem slalom

Canoístas brasileiros conquistam nove ouros, dez pratas e três bronzes em competição na Costa Rica / Foto: Divulgação CBCaCanoístas brasileiros conquistam nove ouros, dez pratas e três bronzes em competição na Costa Rica / Foto: Divulgação CBCa

Costa Rica - O Brasil conquistou, neste fim de semana, 14 medalhas no Campeonato Pan-americano de Canoagem Slalom e mais oito no Sul-americano, em Turrialba, na Costa Rica. Os dois eventos simultâneos contaram com 19 atletas brasileiros na competição em três dias de provas. 
 
Nas disputas pelo Pan, Felipe Borges conquistou a medalha de ouro no C1 Masculino fazendo o tempo de 91.14 segundos. Em uma descida limpa sem tocar em nenhum obstáculo ele conseguiu bater o argentino Sebastian Rossi que era o atual campeão pan-americano e que ficou com a prata. “Esporte é isso, ganhamos e perdemos,  estou muito feliz com essa conquista”, comemorou. O americano Zachary Lokken pegou o bronze. O jovem brasileiro Gustavo Selbach Júnior ficou com a prata no C1 Masculino Júnior com o tempo de 103.94 segundos. 
 
Guilherme Rodrigues também levou uma medalha dourada no K1 Masculino Júnior com o tempo de 92.01 segundos, seguido pelo chileno Fernando Estay (98.13s). O bronze ficou com o argentino Francisco Pandolfi (113.68s). Rodrigues repete o feito conquistado na edição do ano passado onde também subiu ao lugar mais alto do pódio. “Foi uma boa prova, mas acho que mais difícil foi a disputa com os atletas brasileiros. Essa competição foi muito boa para eu conseguir uma maior pontuação no ranking mundial para a aquisição da Bolsa Atleta 2018”, comentou. 
 
Omira Estácia subiu ao lugar mais alto do pódio no K1 Feminino Júnior e Beatriz Motta no C1 Feminino Júnior. Ambas mantêm o favoritismo do Brasil, pois já eram as campeãs de 2016. “Achei que foi muito bom, fiz uma boa descida apesar das penalidades. Agora o foco é pensar na Seletiva daqui duas semanas”, comenta Bia que já pensa no próximo desafio em Três Coroas, no Rio Grande do Sul, onde acontecerá o Campeonato Brasileiro e Seletiva Nacional de Canoagem Slalom entre os dias 02 e 04 de novembro. 
 
Na disputa pelo K1 Masculino, Guilherme Mapelli garantiu a medalha de bronze com o tempo de 89.79 segundos. Quem levou o ouro nessa categoria foi o americano Michal Smolen (85.64s) e a prata o argentino Lucas Rossi (88.57s). 
 
Marina Souza conquistou a medalha de prata no K1 Feminino. A brasileira fez o tempo de 106.68 segundos, mas teve uma penalidade na baliza “15” e com isso acabou ficando atrás da argentina Nadie Riquelme que obteve o ouro. Quem ficou na terceira posição foi a canadense Haley Daniels. 
 
Entre as canoas duas medalhas de prata: uma no C1 Masculino Sênior com Felipe Borges, Leonardo Curcel, Thiago Serra e outra no C1 Masculino Junior no trio composto por Gustavo Selbach Sebach Júnior, Kauã da Silva e Bruno Cataldo. 
 
Campeonato Sul-americano - Simultaneamente ao Pan-americano aconteceu as provas do Campeonato Sul-americano de Canoagem Slalom e o Brasil garantiu sete medalhas. Omira Estácia levou dois ouros um no K1 Feminino Júnior e outra no C1 Feminino Júnior. Já Fábio Rodrigues no K1 Masculino e Daniel Negrão no K1 Masculino Júnior, Kauã Luiz da Silva pelo C1 Masculino Júnior conquistaram a medalha prateada, além deles Marina Souza levou duas pratas pelo C1 e K1 Feminino e Pedro Aversa garantiu um bronze pelo C1 Masculino. 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook