Brasil conquista duas medalhas nos Jogos Sul-americanos da Juventude

Promessas da Canoagem Velocidade garantem um ouro e uma prata em Santiago / Foto: Divulgação/CBCaPromessas da Canoagem Velocidade garantem um ouro e uma prata em Santiago / Foto: Divulgação/CBCa

Domingo (08) foi o último dia de disputas dos II Jogos Sul-americanos da Juventude para a Canoagem Velocidade, e a Canoagem Brasileira fechou a competição com chave de ouro, com a conquista do primeiro lugar do atleta Diego Nascimento e a prata de Josias Souza.
 
A cidade de Santiago sediou a competição desde quinta-feira (05) e neste domingo presenciou as finais das provas da Canoagem Velocidade. Nesta competição as provas são confrontos entre dois atletas em um circuito de 400m, em um formato “todos contra todos”. O atleta percorre duas retas de 80m cada, duas curvas e uma reta diagonal de 160m, quem finalizasse o percurso antes garantiria um ponto. Os quatro atletas com maior pontuação avançavam para a semifinal, competindo então o 1º contra o 4º e o 2º contra o 3º, os vencedores disputaram a medalha de ouro, os perdedores brigavam o bronze.
 
O primeiro a entrar na água foi o baiano Diego Nascimento, de 15 anos, na disputa da prova do C1 masculino, que enfrentou o argentino Joaquin Ezequiel Lukac, e levou a melhor conquistando a medalha de ouro para o Brasil. Está foi a primeira competição e medalha internacional de Diego, que espera ser a primeira de muitas. “Fui muito bem na prova, dei 100% e consegui meu objetivo que era o ouro. Agora vou treinar bastante para participar de Sul-americanos e Mundiais, e conquistar mais medalhas”.
 
A segunda disputa do dia foi do atleta Josias Souza, no K1 masculino. O brasileiro foi para a final contra outro argentino, Valentim Rossi. Josias garantiu mais um pódio e a segunda medalha para o Brasil, desta vez uma prata.
 
Nas disputas femininas o Brasil não tinha mais chance do ouro, e as atletas disputaram o bronze. Maria Laura duelou contra a chilena Isidora Muâoz, no C1 e Débora Coelho enfrentou a colombiana Nassim Ardila, as duas brasileiras ficaram com a quarta posição.
 
Reunindo novas promessas do esporte, a competição contou com canoístas de idades entre 15 e 16 anos, muitos deles estreantes em competições internacionais.
 
Em duas edições dos Jogos Sul-Americanos da Juventude o Brasil já conquistou um total de cinco medalhas. Três medalhas em 2013 no Peru, e duas nesta edição em Santiago.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook