Ana Cecília Oliveira e Diogo Pereira são os atletas mais rápidos dos Jogos Escolares

Diogo é irmão de Cleverson Pereira, campeão mundial escolar na Turquia, no ano passado / Foto: Washington Alves/Exemplus/COBDiogo é irmão de Cleverson Pereira, campeão mundial escolar na Turquia, no ano passado / Foto: Washington Alves/Exemplus/COB

Curitiba - Dois estudantes do Colégio Alfa Beta, de Bauru (SP), sagraram-se campeões dos 75m rasos, prova mais rápida do atletismo dos Jogos Escolares da Juventude Curitiba 2017, para jovens de 12 a 14 anos. 
 
Fã dos jamaicanos Usain Bolt e Elaine Thompson, Ana Cecília Oliveira venceu a prova no feminino com a marca de 9s58. “Estirei a panturrilha e machuquei o joelho no início do ano. Voltei aos treinos em julho e fui obrigada a treinar sério, mais do que eu sempre treinei pra disputar o campeonato estadual um mês depois. A vitória no estadual foi uma motivação a mais para que eu conseguisse esse título”, disse Ana Cecília.
 
Praticante de vários esportes, incluindo futsal, handebol e natação, Ana Cecília era atleta das provas de fundo, mas como não conseguia nenhum resultado significativo, migou para as provas de velocidade. “Pretendo agora seguir os treinos nas provas mais rápidas do atletismo”, contou. 
 
A medalha de prata nos 75m rasos ficou com Maria Eduarda Santos da Silva, da Escola Estadual Carmela Bortot, de Pato Branco (PR), com 9s86. Eduarda Ferreira Matos, da Escola Estadual Deputado Norberto Schwantes, de Barra do Garças (MT), completou o pódio (9s92).
 
No masculino, a vitória ficou com Diogo Silva Pereira, com a marca se 8s71. Foi a segunda medalha de ouro do atleta paulista nos Jogos Escolares da Juventude Curitiba 2017. Ele também venceu os 250m rasos. Diogo é irmão de Cleverson Pereira Júnior, campeão em edições anteriores dos Jogos Escolares, e que se sagrou campeão do Mundial Escolar de 2016, disputado em Trabzon, na Turquia.
 
“Meu irmão é a minha inspiração. E eu estou seguindo os passos dele. Com esse título eu conquistei vaga no Sul-americano escolar, que esse ano acontece em Cochabamba, na Bolívia, e se Deus quiser eu vou disputar o Mundial Escolar também e trazer mais um título para o Brasil”, disse Diogo, que, com as duas medalhas de ouro, alcançou o seu terceiro título escolar na carreira. No ano passado, ele fez parte da equipe paulista campeã no revezamento 4x75m.
 
As medalhas de prata e bronze foram definidas nos milésimos de segundo. Vitor de Cesaro, do Colégio Sinodal, de São Leopoldo (RS), ficou com a prata (8s952), e Yago Luan Stiehler, da Escola Básica Municipal Anita Garibaldi, de Blumenau (SC), completou o pódio com o tempo de 8s954.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook