Dois centésimos separaram a campeã e a vice no pódio dos 250m

Emoção e cansaço / Foto: Divulgação/COBEmoção e cansaço / Foto: Divulgação/COB

Curitiba - Ao fim da prova feminina dos 250m rasos dos Jogos Escolares realizada nesta quinta-feira, dia 14, a atleta paulista Taimara Pereira de Melo, representante da Escola Professora Gaziela Malheiro, sentou-se na pista no Campus da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e ficou de cabeça baixa, exausta e desanimada.
 
Ao ser anunciada vencedora, a atleta começou a pular de alegria e disparou gritando “eu achei que tinha perdido”. Taimara não somente foi a campeã, como carrega agora o recorde da competição - 32’87.
 
A medalha de prata foi para Marina Severina Pereira de Siqueira, do Distrito Federal, representante da Zilda Arns.  Por dois centésimos a brasiliense não levou o ouro, ficando com o tempo de 32’89. O bronze foi para Santa Catarina, com a Camilly Carolini dos Santos, representando a Escola Professor Eladir Skibinski, que chegou com 33’74.
 
Na competição masculina, o paulista Diogo da Silva Pereira ficou com o ouro. “Graças a minha dedicação, hoje estou subindo no lugar mais alto do pódio”, destaca o campeão, que chegou com o tempo de 29’70.
 
A prata ficou com  Luis Ricardo Salazar Júnior, do Maranhão, representante do Colégio Alfa Beta, com o tempo de 30’02, que fez questão de relatar o sofrimento para chegar em Curitiba. “Eu nunca treinei em pista oficial e conquistei a prata. Vim do Maranhão, muito longe, mas valeu a pena”, relata o atleta maranhense. O gaúcho Thiarles Camargo recebeu a medalha de bronze, emocionado com a bandeira do Rio Grande do Sul, o atleta representou o Instituto Miguel Calmon, e chegou ao tempo de 30’24.
 
A campeã mundial de salto com vara e embaixadora nos Jogos Escolares Curitiba, Fabiana Murer, destacou a emoção dos atletas após as competições e no pódio. “Eu vi a emoção deles, alguns por estarem subindo ao pódio, até mesmo pela primeira vez, outros choram por não ter alcançado a vitória. Eu fico contente por ter essa oportunidade de viver esse momento com ele, eles são o futuro do atletismo brasileiro”, disse Murer.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook