Campeão mundial, Justin Gatlin está confirmado no desafio Mano a Mano

Americano vai brigar pelo bicampeonato. Quinta edição do evento acontece nos dias 30/9 e 1/10, na Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro / Foto: Thiago Diz PhotographyAmericano vai brigar pelo bicampeonato. Quinta edição do evento acontece nos dias 30/9 e 1/10, na Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro / Foto: Thiago Diz Photography

Rio de Janeiro - Atual campeão mundial nos 100m, a prova mais nobre do atletismo, Justin Gatlin virá ao Rio de Janeiro para participar da 5ª edição do Mano a Mano, que acontece novamente na Quinta da Boa Vista, nos dias 30/9 e 1/10.  
 
A disputa, também de 100m, será realizada em uma pista montada sobre a água. O velocista, que participa do desafio pelo segundo ano, segue desafiando não só seus concorrentes, mas também a ciência, ao viver grande fase de sua carreira. Em agosto, aos 35 anos, conquistou o bicampeonato mundial, desbancando ninguém menos do que Usain Bolt. O público presente ao Desafio Mano a Mano, com entrada gratuita, terá a oportunidade de torcer por grandes ídolos do atletismo mundial, no masculino, feminino e no paralímpico.
 
“Mais uma vez estou me preparando para o Mano a Mano. Estou muito empolgado com esse grande evento. Tenho certeza que será muito emocionante. Convido a torcida para participar. O evento acontecerá um lugar lindo, com uma arena incrível e uma corrida muito veloz”, empolga-se Gatlin.
 
Após a última edição do Mano a Mano, em que se saiu vencedor, com 10s19, ao bater Richard Thompson, de Trinidad e Tobago, e os brasileiros Vítor Hugo dos Santos e José Carlos Moreira, o Codó, Gatlin obteve a melhor marca de 2016: 9s80.  O americano conquistou ainda a medalha de prata na Olimpíada Rio 2016, ao bater 9s89, apenas oito milésimos de segundo atrás de Usain Bolt.
 
Mas foi em 2017 que Gatlin voltou ao lugar mais alto do pódio em um Mundial, após 12 anos de sua primeira conquista. O americano desbancou seu compatriota Christian Coleman, além de Usain Bolt e conquistou o Campeonato Mundial, em Londres, na Inglaterra.
 
Justin Gatlin, que brigará pelo bicampeonato, terá um atleta estrangeiro como adversário, além de dois brasileiros, que sairão de uma prova eliminatória no sábado. 
 
Organizado pela X3M Sports Business e Dream Factory, e patrocinado por SESI, Gatorade e Braskem, o desafio Mano a Mano ainda irá anunciar os nomes dos outros atletas que disputarão a competição. 
 
Perfil: Justin Gatlin – Estados Unidos – 35 anos – 1,85m e 83kg - Justin Alexander Gatlin, americano de Nova York, nascido no dia 10 de fevereiro de 1982, é campeão olímpico dos 100m rasos nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004. Além dessa medalha, conquistou a prata no revezamento 4x100m e o bronze nos 200m rasos, na mesma Olimpíada. Já em Londres-2012 ficou com o bronze nos 100m rasos.
 
Em Campeonatos Mundiais, tem duas medalhas de ouro, Helsinque-2005, conquistadas nos 100m e 200m rasos. Duas medalhas de prata nos 100m e no 4x100, em Moscou 2013 e mais duas de prata, em Pequim, 2015, nos 100 e 200m.
 
Seu melhor tempo nos 100m foi obtido em 2015, quando correu 9.74 segundos, em Doha, no Qatar, deixando claro que o velocista vivia uma de suas melhores fases na carreira. 
Nos Jogos Olímpicos do Rio 2016, ficou com a medalha de prata com a marca de 9.89. 
 
Mas a grande redenção aconteceu no Mundial de Londres, em 2017, com a conquista da medalha de ouro, nos 100m, com o tempo de 9.92s, conquistando o título de campeão mundial pela segunda vez e tornando-se o atleta mais velho a se tornar campeão mundial com 35 anos.
 
Sua carreira é marcada pela superação, tendo em vista que o atleta americano já se envolveu em dois casos de doping na carreira, em 2001 e em 2006. Na época, sua marca de 9.77 segundos foi anulada. Durante sua suspensão, um fato curioso ocorreu em sua carreira: sem poder participar de competições de atletismo por quatro anos, Gatlin decidiu tentar fazer uma carreira no futebol americano, realizando treinos no Houston Texans. Em maio de 2007, o Tampa Bay Buccaneers, outro time da NFL (Liga Nacional de Futebol Americano) anunciou que Gatlin seria um dos 28 agentes livres convocados a participar de treinamentos. Contudo, apesar de ser um considerado um dos atletas mais intrigantes, o americano não conseguiu ser aprovado. Gatlin treinou como wide receiver.
 
Seu retorno ao atletismo ocorreu em agosto de 2010, quando venceu os 100m em Rakvere, na Estônia, com o tempo de 10.24 segundos. Em seu tempo livre, Gatlin gosta de ler e assistir filmes. 
 
Campeões Mano a Mano:
Masculino
2016 – Justin Gatlin
2015 – Usain Bolt
2014 – Usain Bolt
2013 -  Usain Bolt
 
Serviço:
Desafio Mano a Mano
Local: Quinta da Boa Vista
Data: 30/09 – Disputa eliminatória feminina e masculina
01/10 – Final masculina, feminina e paralímpica
Horário: A partir de 9h
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

CEO da CBDN

Pedro Cavazzoni fala sobre PyeongChang 2018

Esportes de Neve

Victor Santos fala sobre o Cross Country

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook