Rebeca Gusmão revela exploração sexual no futebol feminino

Ex-nadadora Rebeca Gusmão já foi jogadora de futebol e atua hoje como modelo / Foto: Reprodução / InternetEx-nadadora Rebeca Gusmão já foi jogadora de futebol e atua hoje como modelo / Foto: Reprodução / Internet

Rio de Janeiro - A ex-nadadora Rebeca Gusmão denunciou, nesta quarta-feira, casos de exploração sexual das atletas brasileiras dentro do futebol feminino. Ela esteve presente numa audiência pública comandada pela Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados, em Brasília, na qual fez a declaração. 
 
"Eu vi meninas [no futebol feminino] sendo exploradas sexualmente por presidentes de clubes de futebol, técnicos e preparadores físicos em troca de uma promessa de indicação para a seleção brasileira, ou por uma promessa de cesta básica'', informou. 
 
Rebeca protagonizou um dos momentos mais fortes da audiência, na Câmara dos Deputados. O tema, "A exploração sexual de mulheres em grandes eventos esportivos", foi abordado pela ex-atleta com eloquência. 
 
As informações dadas podem ser verídicas já que, durante um período de sua carreira, Rebeca foi jogadora de futebol. Depois de largar a natação, em 2007, por suspeitas de doping, ela atuou por algumas equipes brasilienses e foi atacante da Ascoop, no Campeonato Brasileiro, organizado pela CBF em 2008.
 
Após vencer uma depressão, Rebeca deu sua volta por cima e trabalha hoje como modelo e personal trainer na capital federal. 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook